SOBRE NÓS

A Comunidade Responsável é uma iniciativa civil para a o desenvolvimento sustentável, com foco especial no ambiente, hábitos de consumo, lixo, reciclagem e toda a problemática ligada à Mãe Terra na sequência da atividade humana, prestando atenção em particular à proteção e defesa dos animais, promovendo a relação harmoniosa entre humanos e animais. É de livre acesso a todos que partilham seus princípios e valores.
Segundo os cientistas a atividade humana está a induzir à sexta extinção em massa ou aniquilação biológica. Está nas mãos das comunidades de hoje o futuro de todo o ser vivo. Só com a consciência e uma ação responsável vamos poder mudar esta situação, cada um de nós conta. Cada um de nós poderá fazer a sua parte.
Cada um de nós merece viver num ambiente saudável, limpo e perseguir a sua autorealização, mas respeitando todos os outros seres vivos e sua habitat.
Assumimos que os animais são seres sencientes. Sentem fome, sede, calor frio, sofrem com dor, sentem alegria e tristeza, ansiedade, angústia e satisfação, conseguem construir laços afetivos entre si e com o ser humano e são capazes de se racionar.
O cão é o melhor amigo do homem, assim como o gato é uma das companhias mais admiradas e antigas.
A gestão ética da população canina e felina em Cabo Verde constitui preocupação especial da nossa comunidade que consiste em captura - tratamento (esterilização, desparasitação) - identificação - recolocação e adoção comunitária. A adoção comunitária significa que os vizinhos tomam conta de forma solidária dos animais que vivem nos arredores, dando água limpa, comida, providenciando os cuidados básicos e prestar socorro quando necessário.
A preservação dos animais selvagens e seu habitat em qualquer parte do mundo, não só em Cabo Verde, constitui outra preocupação central da nossa comunidade. Assumimos que os animais selvagens têm direito à sua vida natural no seu habitat. Não devem viver em cativeiro, realizar trabalhos forçados ou servir de divertimento ou ainda serem caçados por desporto. Os animais que entretanto já vivem em cativeiro devem ser respeitados e tratados bem física e emocionalmente. Assumimos igualmente que o ser humano não precisa de partes dos corpos dos animais selvagens para efeitos ou como troféus e por isso, estes nunca deverão ser objetos de oferta ou de comércio ou consumidos em formato algum (comida, medicamento, bebidas .. etc.).
Contribuímos para que estes princípios ganhem valor universal em outros continentes e países. Apoiamos e promovemos a defesa e o respeito da natureza de um modo geral e da vida selvagem em particular. Apoiamos as medidas e incentivamos os comportamentos para atenuar a mudança climática. Estamos de acordo e incentivamos o veganismo e todas as iniciativas para a mudança global dos comportamentos humanos visando: a salvaguarda da vida selvagem, da biodiversidade e do desenvolvimento sustentável.

NEWSLETTER

Registe o seu email para que possa estar sempre por dentro das nossas actividades